Follow by Email

domingo, 30 de julho de 2017

Rio: Pastor presbiteriano acusado de estuprar menina por cinco anos


José Barbosa, de 57 anos, foi preso nesta sexta-feira - Foto: Gazeta Online



Pastor carioca estupra menina por mais de 1.800 dias e o que ela diz assusta

Líder de Igreja Presbiteriana oferecia balas em troca de sexo com garotinha.



Revisado por Edimarcio Augusto Monteiro
Publicado:29 julho 2017



Alguns crimes podem causar uma verdadeira revolta em qualquer comunidade. Um deles é o #Crime de estupro. Apesar dos abusos sexuais, especialmente contra menores, serem comuns, alguns crimes ganham notoriedade na imprensa por surpreenderem ainda mais a sociedade.

Nesta sexta-feira (28), por exemplo, um pastor evangélico acabou sendo preso na região de Bangu, na Zona Oeste do Rio de Janeiro, sob a acusação de ter estuprado uma das suas fiéis, uma garotinha de apenas 13 anos de idade.

Pastor estupra fiel menor de idade durante 5 anos em troca de doces e dinheiro

A prisão, segundo informações do jornal Extra e do site Gazeta Online, foi realizada por policiais militares do 34º DP.

O homem, que é líder de uma Igreja Presbiteriana, estava cometendo os abusos há pelo menos cinco anos consecutivos.

Durante mais de 1.800 dias, a menina foi vítima do abuso sexual, que apenas agora foi descoberto pelas autoridades. A fiel, de apenas 13 anos, ia ao culto onde o pastor, identificado apenas como Barbosa, pregava.

Menina estuprada por pastor no Rio de Janeiro frequentava a casa dele

Ela também frequentava quase diariamente a casa do religioso. Tanto na igreja quanto na casa acontecia a #Violência sexual assustadora. O homem dava doces e dinheiro para tentar fazer a menina ficar calada.

As investigações contra o pastor evangélico tiveram início ainda no mês de junho, quando a família da vítima decidiu denunciar aqueles que tanto confiavam.

Família de menina denunciou pastor, após garota de 13 anos revelar: 'Estou sendo estuprada'

A família da menor de idade decidiu procurar a polícia.

Os investigadores fizeram o seu trabalho e constataram que os abusos realmente aconteciam.

A mãe da menina estava muito desconfiada do comportamento da garota e começou a questioná-la sobre o que estava acontecendo. Triste e chateada, a menor acabou revelando que estava mesmo sendo estuprada.

Pastor estuprava menina de 13 anos até mesmo na igreja

Os abusos sexuais aconteciam em todas as partes, até mesmo na igreja, que fica ao lado da casa de Barbosa. A família precisava ir trabalhar e o religioso disse que poderia cuidar da garotinha, que, estranhamente, parecia estar muito afeiçoado.

A mãe não viu problema e decidiu deixar a filha ficar frequentando a casa e a igreja. O pastor ainda tinha um comércio na região e para manter a menina calada, dava dinheiro e doces para ela. O pastor chegou a ficar foragido por um mês, mas foi preso.

Jornal O Dia: 

Jornal Extra:

Gazeta Online: 


Pastor que matou esposa com golpe ‘mata leão’ é preso pela polícia em Manaus

O acusado, o pastor José Lasmar de Andrade Almeida.


MANAUS HOJE


Pastor que matou esposa com golpe ‘mata leão’ é preso pela polícia em Manaus

28/07/2017 às 15:50 - Atualizado em 28/07/2017 às 16:01



Fábio Oliveira
Manaus (AM)
A CRÍTICA


Em depoimento prestado um dia após a morte da mulher, José Lasmar confessou o crime, mas mesmo assim respondia ao delito em liberdade

O pastor José Lasmar de Andrade Almeida, 43, foi preso nesta sexta-feira (28), em cumprimento a mandado de prisão preventiva por homicídio praticado contra a ex-companheira, a professora Rocicleide Araújo da Silva, 34, morta no dia 5 de maio deste ano.

O assassinato aconteceu no bairro Cidade de Deus, Zona Norte, e de acordo com a polícia, o pastor matou a vítima usando o golpe "mata leão".Em depoimento prestado um dia após a morte da mulher, José Lasmar confessou o crime, mas mesmo assim respondia ao delito em liberdade, o que causou revolta nos familiares da vítima.

Segundo o delegado Bruno Fraga, titular da Delegacia Especializada em Capturas e Polinter, o pastor foi preso em via pública, em um conjunto habitacional, no bairro Lagoa Azul, na Zona Norte da capital.

Lasmar andava nas ruas sempre de boné e óculos escuros para dificultar o reconhecimento.

A prima da vítima, Rosilene Queiroz, informou que após o crime, Lasmar colocou o corpo da professora em seu carro e depois o jogou no rio Ariaú.

Segundo ela, o pastor tinha muitos ciúmes e não aceitava o fim do relacionamento. A vítima já possuía medidas protetivas contra ele. O mesmo deve ser encaminhado ainda hoje para presídio da capital.

Outra fonte: D24am

segunda-feira, 24 de julho de 2017

Evangélico (ex-pastor) surta, diz que está com o 'capeta' no corpo e esfaqueia cinco



PLANTÃO

Ex-pastor surta, diz que está com o 'capeta' no corpo e esfaqueia cinco


(Foto: Colaboração tanosite.com) - Ex-pastor diz que está com o 'capeta' no corpo e esfaqueia cinco
(Foto: Colaboração tanosite.com)
Leandro Jorge da Mota, de 30 anos, foi preso em flagrante pela Polícia Militar na noite de sexta-feira (21), pelo crime de homicídio qualificado tentando, após esfaquear cinco pessoas, em Guapirama.
De acordo com a PM, Mota disse ser ex-pastor e alegou estar com o 'capeta' no corpo antes de esfaquear sua ex-mulher, Ariene da Silva Mota, de quem estava separado havia cinco meses.
Ao perceber o agressor bastante alterado, Ariene tentou se esconder na casa de uma vizinha, na Vila dos Turcos, que também acabou esfaqueada.
Outras três pessoas também foram feridas por golpes de faca ao tentarem conter o ex-pastor.
Mota, no entanto, acabou desarmado e detido pelos moradores enquanto fugia em direção à praça da cidade, e só não foi linchado porque a Polícia Militar chegou ao local e impediu a violência.
As vítimas foram encaminhadas ao Pronto Socorro Municipal, onde receberam atendimento médico e permaneceram em observação, porém, sem risco de morte.
Mota foi levado ao Hospital de Joaquim Távora, e depois de receber atendimento médico foi conduzido à 35ª Delegacia Regional de Polícia.

domingo, 23 de julho de 2017

Pastor é preso suspeito de estuprar adolescente em Coremas, no Sertão da PB

PARAÍBA

Fonte da foto: Internet (não constante da matéria original)


Pastor é preso suspeito de estuprar adolescente em Coremas, no Sertão da PB

Denúncia partiu da avó da vítima, que percebeu comportamento diferente. Suspeito negou crime.

Por G1 PB
12/07/2017 10h26  Atualizado 12/07/2017 11h01

Um pastor evangélico de 34 anos foi preso suspeito estuprar um adolescente de 14 anos, no município de Coremas, no Sertão paraibano. A prisão aconteceu na terça-feira (11) em cumprimento a um mandado expedido pela 7ª Vara da Justiça, localizada na Comarca de Patos. Na delegacia, ele negou prática de violência sexual contra o adolescente.

De acordo com a Polícia Civil, a denúncia do abuso partiu da avó da vítima, após observar mudanças no comportamento dele. O adolescente sofre de problemas mentais.

Segundo o delegado da Polícia Civil de Coremas, Clenaldo Queiroz, o pastor é natural de João Pessoa, mas está morando na cidade há 8 meses. “O trabalho de investigação foi iniciado há três semanas pela Polícia Civil. Tanto a avó quanto o adolescente frequentavam a igreja na cidade. O pastor, segundo declarou a avó, costumava andar com o adolescente, que também era levado para sua residência”, disse.

Após o cumprimento do mandado de prisão preventiva pela Polícia Civil, o pastor foi levado para a delegacia, prestou depoimento e foi encaminhado para cadeia pública de Coremas, onde fica até a audiência de custódia.

Fonte: http://g1.globo.com/pb/paraiba/noticia/pastor-e-preso-suspeito-de-violencia-sexual-contra-adolescente-no-sertao-da-pb.ghtml

Pastor suspeito de vender terrenos ilegalmente é preso em Feira

Bahia


Qui , 13/07/2017 às 11:50 | Atualizado em: 13/07/2017 às 11:57

Pastor suspeito de vender terrenos ilegalmente é preso em Feira




Golpe aplicado por pastor lesou dezenas de pessoas em FeiraDivulgação | Polícia Civil

O pastor João Alves Filho, conhecido como Pastor João, foi preso por vender terrenos de um loteamento de forma ilegal em Feira de Santana (a 109 km de Salvador). A ação aconteceu na terça, 11, mas só foi divulgada nesta quinta-feira, 13.

De acordo com a Polícia Civil, o pastor vendia terrenos no bairro de Olhos d'Água. Para isso, ele usava a empresa GHP Empreendimentos, que pertence a ele. O golpe lesou dezenas de pessoas na cidade.

Após a prisão, o pastor foi levado para o Presídio Regional de Feira de Santana. Além da detenção dele, os policiais também apreenderam computadores e documentos que estavam em imóveis usados pelo suspeito. Ele tinha um escritório em cima da igreja Casa do Povo.


Pastor vendia lotes de forma ilegal em loteamento (Foto: Divulgação | Polícia Civil)

sábado, 1 de julho de 2017

PASTORES PRESOS EM JUNHO DE 2017


Abra o olho, crente. Tem mais pastor pilantra por aí do que você possa imaginar. Fique atento.




Pastores que cometem crimes vão presos toda semana no Brasil. O número pode ser surpreendente, mas os crimes chegam a ser estarrecedores, incluindo tortura, assassinato, estupro e outros crimes hediondos. Alguns cometem crimes mais leves, porém extremamente prejudiciais a terceiros, como é o caso quando há extorsão ou golpes com cartão de crédito.

Só no mês de junho de 2017, o blog MAIS UM PASTOR NA CADEIA encontrou nove registros de pastores presos -  o que significa que mais de dois pastores foram presos a cada semana do mês de junho (encerrado ontem). 

Os registros foram os seguintes:

1. Pastor evangélico é preso por extorsão: 

2. Pastor evangélico é preso por estuprar e engravidar enteada: 

3. Pastor evangélico é preso depois de tentar comprar sexo de garota de 11 anos: 

4. Pastor evangélico Sebastião da Silva, vereador pelo PSC, em Petrópolis é preso: 

5. Pastor evangélico é preso por agredir ex-mulher que sacou R$ 100 mil da conta do casal: 

6. Pastor evangélico traficante internacional vai preso em flagrante (de novo!!!):  

7. Pastor evangélico estuprava filha e enteada e atraía outras crianças sob o pretexto de participar de projetos sociais: 

8. Pastor evangélico e amigo cometem crime ambiental são presos com sete redes e 13 kg de peixe em barco: 

9. Pastor evangélico e esposa cometem fraude com cartão de crédito e culpam filho: 



Pastor evangélico foragido do Paraná por extorsão é preso em Manaus

Pastor evangélico foragido do Paraná por extorsão é preso em Manaus

30/06/2017 às 14:28 - Atualizado em 30/06/2017 às 14:31

Pastor André da Silva Rondon




Ele foi capturado na casa onde morava, na Col. Santo Antônio, e também responde por processo de extorsão em Manaus.


O pastor evangélico André da Silva Rondon, de 38 anos, foragido do estado do Paraná, foi preso na última quarta-feira (28), em Manaus, em cumprimento de mandado de prisão pelo crime de extorsão. A prisão foi realizada pela equipe de investigação da Delegacia Especializada em Capturas e Polinter (DECP), sob o comando do delegado Antônio Rondon Jr.

De acordo com o delegado, a carta precatória em nome de André foi expedida no dia 9 de maio de 2014, pelo juiz Katsujo Nakadomari, da Vara de Execuções Penais e Corregedoria de Presídios de Londrina, no estado do Paraná. O pastor foi preso na casa onde morava em Manaus, situada na rua Cecília, bairro Colônia Santo Antônio, Zona Norte da cidade.

“Em 2004 André foi preso em flagrante, no município de Londrina, por extorsão e porte ilegal de arma de fogo. Na época, ele teria exigido cerca de R$ 22 mil de um casal para resolver uma situação de assédio. O réu passou alguns meses preso naquela cidade, mas após conseguir liberdade, por meio de habeas corpus, fugiu para Manaus e decidiu se passar por pastor evangélico”, explicou o titular da DECP.

O delegado informou, ainda, que o pastor já responde a outro processo pelo crime de extorsão, expedido pelo juiz Luis Alberto Nascimento Albuquerque, da 1ª Vara Criminal de Manaus. André foi encaminhado ao Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM), onde irá permanecer à disposição da Justiça do Paraná.

*Com informações da assessoria de imprensa

Fonte: A Crítica

Pastor evangélico suspeito de engravidar enteada após série de estupros é preso no Rio

Fonte da foto AQUI


Pastor evangélico suspeito de engravidar enteada após série de estupros é preso no Rio


Segundo a investigação da polícia, os abusos aconteciam desde que a menina tinha 12 anos, hoje ela tem 18. Z.N.V. foi preso em Jacarepaguá, na Zona Oeste.


Por Patricia Teixeira, G1 Rio
29/06/2017 17h08  Atualizado 29/06/2017 17h08


Um pastor evangélico foi preso nesta quinta-feira (29), em Jacarepaguá, na Zona Oeste, suspeito de estuprar a enteada desde que ela tinha 12 anos. Atualmente, a vítima tem 18 anos e chegou a engravidar do suspeito. Um DNA feito na criança, que hoje está com 4 anos, comprovou a paternidade.

A equipe da DEAM Jacarepaguá, em diligência por determinação da delegada titular Viviane Costa, cumpriu o mandado de prisão preventiva contra Z.N.V pelo crime de estupro de vulnerável praticado contra sua enteada no interior da residência da família, desde que a vítima tinha 12 anos de idade. Após os consecutivos abusos sexuais praticados, a vítima engravidou de seu agressor ainda adolescente.

Após serem submetidos a exame de DNA no IPPGF/PCERJ , o laudo concluiu pelo vínculo em primeiro grau do indiciado, que negava a autoria do crime, se utilizando do exercício da função de pastor evangélico conhecido como álibi para seus atos criminosos praticados com frequência.

O pastor também é acusado de lesão corporal contra a vítima, enquanto ela ainda estava grávida.


Fonte: O Globo